3 sistemas construtivos que tem mesmo de conhecer

6 Setembro 2021

São três os sistemas construtivos que vale a pena conhecer na hora de planear a casa dos seus sonhos. Cada um tem as suas características e vantagens, pelo deve aconselhar-se com os especialistas técnicos e avaliar em conjunto a melhor opção para o seu projeto.

Betão armado

Este é o sistema construtivo mais comum e caracteriza-se pelo uso de uma estrutura metálica que recebe betão, tornando-se assim resistente aos esforços de tração e de compressão. Apresentando solidez, este sistema é bastante recorrente em edificação de maior dimensão, como shoppings, parques de estacionamento ou edifícios para habitação de vários pisos.

Apesar de oferecer elevada resistência às tensões e ao desgaste mecânico, como choques e vibrações, e de ser mais económico do que outras construções, este sistema tem vindo a ser preterido a favor de outros mais sustentáveis:

  • a produção de cimento consome muita energia, recursos naturais e gera desperdícios – a pegada ambiental é grande
  • demolição difícil;
  • fraco isolamento térmico e acústico.

Saiba mais sobre o sistema construtivo em betão armado aqui.

A estrutura Light steel framing (LSF)

Estrutura em aço leve ou construção em aço galvanizado são os termos mais comuns para descrever este sistema construtivo e do qual já deve ter ouvido falar. Mas entre os especialistas técnicos e de engenharia civil prevalece a designação internacional de light steel framing (ou LSF) para identificar este sistema que elege o aço galvanizado como elemento-chave:

  • estrutura em caixilha composta por elementos em aço leve e de espessura mais reduzida (os perfis);
  • o uso dos materiais pesados, como o betão, restringem-se às fundações;
  • a construção não exige maquinaria nem equipamento pesado;
  • dispensa vigas e colunas, sendo a carga distribuída por toda a estrutura;
  • suporta qualquer tipo de acabamento exterior e interior.

O LSF é um sistema adequado à construção de estruturas leves e de altura baixa, como moradias e edifícios de apartamentos até três pisos, e muito versátil. Traz consigo um leque de características que, certamente, vai gostar de saber. As casas em LSF promovem a sustentabilidade, reduzindo os custos de manutenção, o consumo energético e o impacte no ambiente.

Saiba mais sobre o sistema construtivo LSF aqui.

Madeira

Este é dos sistemas mais ancestrais que ainda hoje se utiliza na edificação, aliás, é o mais frequente em países do norte, como a Escandinávia, os EUA e o Canadá, onde as condições climatéricas agrestes exigem um material simultaneamente flexível e com bom isolamento térmico. Todavia, entre nós, o sistema em madeira ganha cada vez mais adeptos já que vai ao encontro de um estilo de vida mais sustentável, reduzindo-se os custos de construção, o consumo energético e a pegada ambiental:

  • estrutura mais leve e rápida de executar;
  • assegura isolamento térmico e acústico;
  • grande durabilidade.

Saiba mais sobre o sistema construtivo em madeira aqui.

Antes de tomar qualquer decisão relativamente o tipo de construção e de sistema construtivo, é conveniente consultar os especialistas técnicos como os da SI Projetos para ficar a par de todas as vantagens e limitações que cada sistema apresenta. Não hesite em falar connosco e experimentar o nosso simulador online, duas ferramentas imprescindíveis na planificação da casa dos seus sonhos, sem imprevistos nem preocupações.

Imagens © Direitos reservados